Infraestrutura

A eficiência multimodal é fator decisivo para a competitividade do Porto do Itaqui. Suas conexões com importantes ferrovias e rodovias fazem do Itaqui um corredor logístico para o centro-oeste do país.


Canal

O canal de acesso às instalações portuárias do Itaqui compreende as seguintes características:


Caracteristicas do Canal de Acesso Medida Atual
Profundidade23m
Largura Limitante500m
Calado Máximo Autorizado22,3m
Comprimento101Km

Ferrovias


O porto do Itaqui tem conexão ferroviária direta com duas ferrovias. Uma é a Transnordestina (FTL), que passa por 7 estados do Nordeste, do Maranhão ao Sergipe (trecho de São Luís a Propriá) e tem 4.238km de extensão. A outra é a Estrada de Ferro Carajás (EFC), trecho concedido à Vale e operado pela VLI, que tem 892km de extensão, ligando a capital maranhense a Carajás-PA. Além de graneis sólidos e líquidos, ela é utilizada para escoar a produção de celulose em Imperatriz-MA para o Itaqui.


Há ainda uma conexão indireta com a Ferrovia Norte-Sul (FNS), que se liga à EFC em Açailândia. Tal conexão possibilita transportar graneis sólidos minerais e vegetais, além de combustíveis. Com a operacionalização do trecho até Anápolis-GO, há perspectivas de novos negócios.


Abaixo, um mapa que evidencia as conexões ferroviárias do Itaqui, bem como toda a sua área de influência:


  • Berços

Rodovias

O acesso se dá pelas rodovias BR-135 e BR-222 que se conecta a outras rodovias federais (BR 316, BR 230, BR 226 e BR 010) e estaduais (MA 230) para todo o Norte e Sul do país.

Estrutura Operacional

O Itaqui possui sete berços operacionais, além de um novo píer petroleiro (Berço 108). Os berços possuem profundidades que variam de 12 a 19 metros, permitindo a atracação de navios de grande porte.

  • Berços

Abaixo, uma tabela com informações operacionais sobre os berços.


Berço Estado de Conservação Características Construtivas Comprimento / plataforma ao cais Profundidade (m) Medida Calado Máximo (m) LOA Máximo (m) Tipos de Navios
100 Novo Cais de Acostagem 320 15 14,5 235 Granéis Sólidos e Carga Geral
101 Reformado Cais de Acostagem 232 12 11,5 200 Granéis Sólidos e Carga Geral
102 Regular Cais de Acostagem 236 12 11,5 200 Granéis Sólidos, Granéis Líquidos e Carga Geral
103 Regular Cais de Acostagem 251 15 14,5 229 Granéis Sólidos e Carga Geral
104 Regular Cais de Acostagem 200 13 12,5 183 Granéis Líquidos e Carga Geral
105 Regular Cais de Acostagem 280 18 17,5 229 Granéis Sólidos
106 Regular Píer 70 19 18,5 280 Granéis Líquidos
108 Em obra Píer 45 19 18,5 280 Granéis Líquidos